Como Começar seu Próprio Negócio de entregas rápidas

12/07/2020 13:19

Nesse artigo será abordado, como começar sua empresa de motoboy, entregas rápidas, preços, nichos dentro do segmento, aplicativos, direito do motoboy entre outros assuntos.

Caso você já atua no ramo, vale  apena a leitura você pode estar perdendo dinheiro.

Hoje em dia, todo mundo sabe como é difícil encontrar  profissionais qualificados  e confiáveis para cuidar das sua entregas. É dessa dificuldade que pode nascer um negócio bem-sucedido. Andar de moto e ser motoboy profissional são  coisas completamente diferentes. Você pode até achar que é pegar a mercadoria, alimento ou documento e simplesmente entregar, mas fazer entrega  em um nível profissional leva bastante tempo e esforço - quando pagam para você  entregar um produto, eles esperam que a prestação de serviço seja  impecável, rápida e eficiente mesmo. E muitas empresas nascem nessa hora, empreendedores  vêem serviço de transporte como a  solução atual, principalmente na época em que vivemos.

Se já passou pela sua cabeça começar um negócio de entregas rápidas, você vai precisa de condicionamento físico para enfrentar dias de sol e chuva, disposição para o trabalho e divulgar os seus serviço  para amigos, familiares e todos que possam formar o começo da sua clientela. Geralmente leva-se um tempo para formar essa freguesia, mas com a atitude certa, uma boa fama pela sua competência e o famoso “ boca-a-boca”, é certeza de que no final você terá muitos clientes para construir um negócio bem-sucedido na área de motoboy.

 

 Seja honesto com você mesmo: você tem jeito para esse negócio?

Antes de tomar a decisão de começar seu negócio próprio, tenha certeza de que esse tipo de trabalho é para você. Fazer entrega é um trabalho exaustivo. Você precisa estar em boa forma física para fazer movimentos repetitivos por uma boa parte do tempo. Você precisa ser pessoa calma e resiliência no transito, pois você vai cruzar com vários tipos de motoristas. Se você tem seqüelas de acidentes que aconteceram no passado, pergunte ao seu médico se você pode desempenhar uma função tão exigente fisicamente como essa para viver.

Tenha  habilidades administrativas. Você vai precisar de conhecimentos administrativos básicos. Você vai precisar ser muito bem-organizado e pensar em um esquema para manter tudo em ordem. Os clientes ficam desanimados quando você esquece entregas  já agendadas ou quando você esquece qual trajeto mais rápido e curto para conclusão do serviço porque você não sabe se organizar.

Comunique-se bem. Você precisa saber se relacionar bem com seus clientes e estar disposto a se dar bem com as pessoas. Se você não souber como fazer isso, basta ser honesto e simpático. Na medida em que o tempo for passando, você vai aprendendo a interagir com as pessoas de forma mais confiante.

Sempre que possível, tenha uma reserva financeira: se você planeja deixar seu emprego integral para se dedicar a esse negócio, tenha dinheiro guardado para pelo menos 6 meses. Pois serviço de entrega há muito ociosidade e é preciso manter uma reserva para o tempo de vacas magras.

Como Planejar seu Negócio

Planeje seu negócio de Delivery assim como faria com qualquer outro. Não se esqueça de levar em conta:Em que tipo de serviço de entrega você vai investir? Será um negócio de entregas de lanches, flores, compras de mercado?  

O seu negócio vai oferecer tipos diferentes de Entrega? Fará entregas com carro caminhão?Na medida em que seu negócio for crescendo, talvez seja necessário continuar incluindo mais nichos de mercado.

Onde seu negócio vai dar certo? Verifique antes se a região que você escolheu já não está saturada de empresas como a sua. Cabe mais  motoboys?

 

Quanto vale seu trabalho? Pesquise antes quanto as outras empresas da área estão cobrando. Lembre-se sempre terá alguém fazendo preço mais baixo, e cliente que solicita serviço só pelo preço deixa de solicitar pelo mesmo motivo, a atitude  de atender por atender vai fazer você perder outros serviços com ganhos mais justos. Não aceite trabalhar de graça, cliente que compara seu serviço somente com custo de combustível precisa entender que você tem um custo por hora, você precisa tirar todos os custos e seu salário.

 Essa dica serve também para aplicativos, muitos se travestem de oportunidade de renda extra, porém no fim das contas estão se revelando  a  escravidão moderna pela sobrevivência, não pagam nem a CLT, décimo terceiro férias, auxilio periculosidade, combustível,  adicional noturno, isso tudo você tem direito e se for para ter um próprio negócio ganhando menos que um funcionário registrado na CLT para que ter empresa?

Se você ainda não sabe os direitos de um motoboy procure sindicato da sua região, não aceite nada imposto por aplicativos  eles na maioria absoluta tem apoio da grande mídia devido a quantidade de propaganda vinculada com certas emissoras, e antes de contratar um motoboy tenha certeza que poderá cumprir com todos os requisitos da categoria, pois o funcionário desassistido pode e tem o direito de recorrer a justiça e geralmente ganha ação contra o contratante.

Porque um chapeiro,  pizzaiolo, garçom faxineiro tem registro em carteira e motoboy não? Porque só esse funcionário ganha por produtividade, sendo uma profissão tão arriscada? E não se engane que ser MEI é exclusão de direito, algumas empresas acham que obrigar o funcionário abrir MEI a isenta das obrigações, errado, pois habitualidade e subordinação é vínculo empregatício e gera indenização, caso você sobrevive nesse regime procure um advogado   trabalhista e não seja refém da necessidades básicas, tem muita empresa se aproveitado da questão “sobrevivência” da classe de motoboys para lucrar em cima.

Estabeleça um esquema de contabilidade. você pode visitar o SEBRAE mais próximo, que pode ajudá-lo a montar seu pequeno negócio do zero.

Cobre um preço bem pensado pelo seu trabalho. Ele deve ser baseado na qualidade do seu serviço, não no preço mais baixo. Se o que você cobra é muito pouco, os clientes vão achar que seu trabalho está abaixo da média ou que você não tem experiência suficiente. Além disso, você quer clientes que possam pagar pelos seus serviços. Lembre-se: você não é o único que sabe que às vezes o barato sai caro. Isso não significa cobrar uma fortuna - a maioria dos clientes tem em mente um valor máximo que está disposto a pagar.

Algumas empresas cobram por hora, outras por  quilometro, outras cobram uma taxa Mas o melhor mesmo é cobrar por hora ( levando em conta a distancia é claro). Sempre que possível passe o preço antes de começar o serviço. Muitos clientes gostam de saber o quanto você vai cobrar antes do serviço, pois ninguém gosta de ter que pagar por “custos-surpresa”. Mas há espaço para exceções, claro,  como por exemplos houve espera para concluir é preciso deixar o cliente ciente sobre que o preço não cabe espera, para deixar produto pronto ou esperar o destinatário chegar no local para receber a mercadoria.

Na hora de avaliar o quanto vai cobrar uma entrega, além dos quilômetros , leve em consideração  se no destino há filas para entregar, se há local próximo para estacionar .O quilometro por si só não permite que você saiba exatamente quanto tempo você vai levar para executar o serviço e ficar disponível para o próximo.

Você nunca vai encontrar dois clientes  iguais, e é impossível estipular um valor único para todas as entregas  mesmo que praticamente para mesma distancia. Essa noção de quanto tempo se leva para entregar você só adquire na prática mesmo, e com o tempo, bolando um jeito de trabalhar que dá certo para você. Só você sabe o quanto você quer e precisa ganhar. Decida o quanto você precisa ganhar por hora para cobrir todas as despesas e ainda obter um bom lucro.

Dica de parceiro: Quando sua empresa estiver no começo, cobre pelos serviços como se você já estivesse empregando um  funcionário.  Um erro comum é cobrar muito barato só para ganhar clientes e, na medida em que o negócio vai crescendo e as pessoas são forçadas a recrutar ajuda, o dinheiro que entra nunca é suficiente para pagar os funcionários.

4 Saiba se vestir de acordo. Ninguém espera que você se arrume todo para uma entrega, mas nem é preciso dizer que roupas limpas são essenciais. Um visual muito desleixado não vai passar uma imagem profissional e de confiança.

Propaganda é a alma do negócio. Ela é essencial para que sua empresa e imagem se tornem conhecidas.

Anuncie em um jornal da região. Tente algo que chame a atenção. Não use preços baixos como o chamariz - saiba vender a qualidade do seu trabalho e o que sua empresa pode fazer que as outras não fazem. Esse mercado é muito competitivo, mas se você for bom e conseguir manter a qualidade sempre, você vai acabar se destacando do “resto”.

Imprima panfletos. Você pode usar sua impressora ou pagar uma firma de impressão gráfica para um visual mais profissional. Distribua os papéis, restaurantes, padarias, pequenos supermercados,etc. Deixe panfletos nos pára-brisas de carros estacionados no comércio da região.

Imprima cartões de visitas. Distribua para seus parentes, amigos, gente que você encontra por acaso, enfim, onde você puder.

Seus Primeiros Clientes

Conquiste seus primeiros clientes. A parte mais difícil em começar um negócio próprio de entrega é conquistar os primeiros clientes. A maioria das pessoas quer saber há quanto tempo você está no negócio, pois terão que confiar em você para lidar com a marca deles. Logo, não vão querer alguém que veio do nada, que ninguém nunca ouviu falar. Ao começar um novo negócio, você não vai ter tantas indicações. Para resolver esse problema, pergunte a amigos e parentes se você pode contribuir com seus serviços. Todos vão ficar felizes em ajudá-lo a construir uma imagem boa, e você agradece fazendo um bom trabalho.

O cliente pode até saber que você é novo no ramo, mas deixe claro que você pesquisou bem e que está correndo atrás do que for preciso, incluindo treinamentos e especializações.

A qualidade do seu trabalho vai se encarregar de funcionar como propaganda e fidelizadora de clientes.

Não tenha vergonha em falar que você gostaria de ter mais clientes. Fale sobre seus planos de expandir seu negócio e demonstre entusiasmo sem forçar a barra. Você vai se surpreender em ver como muitos vão ficar contentes em indicar sua empresa para outros clientes. É só ter o cuidado de garantir a eles que você não pretende largar as entregas que já tem, coisa  que pode fazer com que alguns jamais divulguem seus serviços com medo de perder você.

Dicas

Faça de conta que você é o cliente pelo menos uma vez antes de estrear para valer. Cronometre quanto tempo você leva para entregar.

Seja simpático e pontual. Chegar na hora certa com um sorriso sincero faz milagres na hora de conquistar a confiança do cliente.

O que  mais vale nesse negócio é a propaganda boca-a-boca. Esse é o segredo para seu negócio crescer tanto quanto você quiser, contanto que todo mundo esteja falando bem, é claro.

Não se comprometa com  mais trabalho do que você pode dar conta

Se você quer que sua empresa de entregas  cresça de verdade, não se esqueça de pesquisar sobre a legislação sobre esse tipo de empresa: Licenças, inspeções, leis trabalhistas, etc.

Mande uma mensgem de texto para seus clientes antes de fazer o serviço agendado para que eles não se esqueçam do compromisso e você não deixe de receber.

Muita força de vontade e um punhado de fé, e será um sucesso.

Bons negócios

 
 
 

 

 

 

 

 


Contato

M&P express

skype: mepexpress.mepexpress

TEL. 47 3329 2978 WhatsApp 47 99646-6888